Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Jerez - Quarto dia

por Tiago Crispim, em 09.02.13

A Lotus voltou a terminar com o melhor tempo, no útimo dia de testes conjuntos em Jerez, desta feita com Kimi Raikkonen, a fazer um tempo de 1:18.148.

A volta mais rápida do finlandês não chegou a ser a melhor dos quatro dias, tendo sido batida pelos 1:17.879 de Felipe Massa, obtidos na quinta-feira.


Jules Bianchi no Force India VJM06


O segundo melhor tempo do dia foi de Jules Bianchi no Force India VJM06, uma boa carta de apresentação do piloto que cada vez mais se perfila para ser o companheiro de equipa de Paul Di Resta nesta equipa. Sebastian Vettel terminou o dia com o terceiro melhor tempo, seguido de Esteban Gutiérrez da Sauber, que fez 142 voltas à pista espanhola. Se parece muito, Lewis Hamilton fez 145. O piloto da Mercedes aproveitou para mostrar a fiabilidade do carro, algo que Nico Rosbeg já tinha feito quinta-feira, depois de dois primeiros dias desastrosos para a equipa.


Sérgio Pérez no McLaren MP4-28


Em sexto terminou Sérgio Pérez no McLaren MP4-28, à frente de Valtteri Bottas e Pedro De La Rosa, antigo piloto da agora extinta HRT e novo piloto de testes da Ferrari. Foi uma estreia com pouca sorte para o espanhol, que teve um problema de caixa de velocidades ao fim de três voltas, mas a scuderia conseguiu reparar o F138 a tempo de De La Rosa ainda completar mais 51 voltas.

 

 

Pedro De La Rosa a estrear-se no Ferrari F138

 

Charles Pic fez 109 voltas no Caterham CT03 e afirmou estar contente com os testes. "Uma parte chave destes testes era tirar o melhor partido do KERS e fizémos progressos definitivos aí. Ainda podemos tirar mais, maximizando a performance na travagem, mas estou muito feliz com o que trabalhámos e não posso esperar para voltar ao carro em Barcelona", disse o piloto francês.

 

No fim da tabela ficaram o estreante Luiz Razia no Marussia MR02 e Paul Di Resta, que ainda fez 49 voltas com o Force India.

 

Dia 19 de Fevereiro as equipas voltam aos testes, em Barcelona. Até lá esperamos pelo novo carro da Williams e a confirmação do piloto que vai ser companheiro de equipa de Di Resta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:15

Jerez, terceiro dia

por Tiago Crispim, em 07.02.13

De sexto no primeiro dia e oitavo no segundo, para primeiro, neste terceiro dia de testes conjuntos em Jerez. Felipe Massa completou 85 voltas e garantiu o melhor tempo da sessão (1:17.879) ainda antes de almoço.

 

A Mercedes subiu a parada e terminou o dia com o segundo melhor tempo. Para compensar a falta de rodagem nos outros dias devido a problemas com o carro, Nico Rosberg mostrou a fiabilidade do W04, completando 148 voltas. "Conduzir a distância de Silverstone a Spa, num dia sem qualquer tipo de problemas, é uma fantástica conquista para a equipa. Realmente compensou os últimos dois dias e pôs um sorriso nas bocas de todos", disse Rosberg, garantindo ainda que se sente confortável no novo carro.

 

Kimi Raikkonen no Lotus E21

 

O terceiro mais rápido foi o atual campeão do mundo, Sebastien Vettel. O alemão estreou-se no RB9 com 101 voltas, completando as metas propostas pela equipa. Logo atrás ficou outro piloto que ainda não tinha entrado no carro este ano. Kimi Raikkonen passou a manhã a habituar-se ao carro e de tarde fez a sua volta mais rápida, antes de um problema de embraiagem o ter obrigado a parar ao fim de 40 voltas. "Foi bom regressar ao volante de um carro de Fórmula 1 novamente. O E21 parece bastante bom até agora, mesmo que o equilíbrio não esteja ainda a meu gosto", disse o finlandês, que volta a repetir-se aos comandos do Lotus amanhã.

 

Jean-Eric Vergne levou o seu Toro Rosso até ao sexto melhor tempo, seguido do Force India, pilotado por James Rossiter. O piloto de testes teve um momento aflitivo durante a manhã, tendo falhado o ponto de travagem ao entrar nas boxes e acertando num dos mecânicos, que felizmente não se magoou. De tarde o carro foi entregue a Paul Di Resta, que terminou a sua prestação ao fim de apenas sete voltas, com uma falha no escape.

 

 

Paul Di Resta a ser empurrado de volta às boxes

 

O McLaren MP4-28 de Jenson Button foi apenas o sétimo mais rápido, seguido dos estreantes Esteban Gutiérrez no Sauber C32, Max Chilton no Marussia MR02 e Valtteri Bottas no Williams FW34 do ano passado. O penúltimo melhor tempo do dia (1:22.352) ficou para Charles Pic no Caterham CT03, seguido por Paul Di Resta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:49

Jerez, segundo dia

por Tiago Crispim, em 06.02.13

Se o primeiro dia não tinha sido mau, com Romain Grosjean a terminar em terceiro da tabela, hoje a Lotus subiu a parada, com o francês a terminar o dia em primeiro, com 95 voltas cumpridas, a melhor delas em 1:18.218. "Mesmo que não queira dizer nada durante os testes, é sempre bom estar na frente", disse Grosjean.


A Force India certamente também acabou o dia a sorrir, com Paul Di Rsta a fazer 95 voltas e a terminar em segundo. O piloto escocês, ainda sem companheiro de equipa confirmado, entregou de tarde o volante do VJM06 ao piloto de testes James Rossiter, que em 19 voltas conseguiu terminar em décimo.

 

Romain Grosjean a sair das boxes

 

O terceiro melhor tempo do dia foi para outra equipa pouco habituada a lugares tão cimeiros. Daniel Ricciardo fez 83 voltas com o seu Toro Rosso, nem perto das 101 de Mark Webber no RB9. O australiano da Red Bull fez duas voltas a mais que Nico Hulkenberg no Sauber, que considerou este "um dia positivo."

 

Quem não tem tido muita sorte em Jerez é a Mercedes. no primeiro dia Nico Rosberg fez apenas 15 voltas antes de um problema elétrico ter pegado fogo à traseira do W04. Hoje [6 de Fevereiro] Lewis Hamilton estreou-se na sua nova equipa mas não teve tempo de disfrutar o carro. Após 14 voltas uma perda de líquido dos travões traseiros ditou o fim dos testes, contra a barreira de pneus. "Estas coisas acontecem e faz tudo parte dos testes", disse o piloto inglês.

 

Lewis Hamilton na barreira de pneus

 

"Das poucas voltas que completei esta manhã, o meu sentimento geral é muito positivo. Tenho um bom entendimento de onde é a base do carro e, embora tenhamos de trabalhar em certas áreas, foi bom termos feito algumas voltas para dar uma ideia de que áreas são essas", afirmou Hamilton.

 

Sérgio Pérez também se estreou hoje ao volante do McLaren MP4-28. Fez 81 voltas e terminou em sétimo da geral. A Ferrari andou a testar configurações de escape com Felipe Massa e não foi além do oitavo melhor tempo. Pastor Maldonado continuou no Williams do ano passado. De acordo com o diretor técnico da equipa, Mike Coughlan, a equipa teve um problema com a instalação da embraiagem, que transportou do ano passado, mas aproveitou o dia para fazer testes aerodinâmicos e de pneus.

 

Giedo Van Der Garde voltou a repetir o penúltimo tempo, cumprindo 88 voltas e Luiz Razia, piloto brasileiro que assinou recentemente pela Marussia, estreou-se ao volante do novo MR02 em 31 voltas. "Estou bastante contente com a maneira que as coisas correram, por isso é pena que não tenhamos podido correr de tarde. Tivemos um problema no motor mas aproveitei a oportunidade para testar o KERS e não conseguimos recuperar o carro antes do fim da sessão", disse o estreante brasileiro. 

 

 

Luiz Razia a estrear-se ao volante do MR02

 

Para amanhã estreiam-se nos novos carros Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:35

Jerez, primeiro dia

por Tiago Crispim, em 05.02.13

Os carros já rodaram hoje em Jerez, sem que a Williams tenha ainda apresentado o carro para a nova temporada. O diretor técnico Mike Coughlan explicou que, como Jerez não faz parte dos circuitos em que se vai correr durante a temporada, "dá a oportunidade perfeita para fazer uns testes e desenvolvimento final antes do lançamento do FW35".

 

Reduzidas a onze, depois do abandono em Novembro da HRT, as equipas de F1 estrearam os carros em pista e para algumas, a coisa podia ter corrido melhor.

 

Logo de início, o MP4-28 de Jenson Button parou ao fim de três voltas com um problema na bomba de combustível. O problema foi resolvido e o inglês terminou o dia como o piloto mais rápido, com 1:18.861 e 37 voltas completas.


Mark Webber no RB9


O piloto que mais voltas fez foi Paul di Resta, com 89, seguido de perto por Pastor Maldonado, com 84.


Em segundo neste primeiro dia ficou Mark Webber, que achou que o carro era semelhante ao do ano passado, e que a maior diferença neste ano serão os novos compostos apresentados pela Pirelli.


Romain Grosjean, que dominou a primeira parte do dia, terminou em terceiro com o novo Lotus E21, à frente do Force India VJM06 de Paul Di Resta. Daniel Ricciardo foi o quinto no STR08, alguns centésimos mais rápido que o Ferrrari F138 de Felipe Massa.


Paul Di Resta (Force India) e Daniel Ricciardo (Toro Rosso) em Jerez


O brasileiro não desmotivou face ao tempo de Button e considerou que o carro este ano era mais estável. "Há muito a fazer, muito em que trabalhar, muito para desenvolver no carro para a primeira corrida. Isso é certo. Mas não estou desapontado", explicou.


Nico Hulkenberg estreou-se na Sauber com o sétimo lugar, seguido do compatriota Nico Rosberg, que estreou o W04. O alemão fez apenas 14 voltas até o seu carro ter tido uma falha elétrica que levou à paragem e a um pequeno incêndio na traseira do Mercedes.



Rosberg em chamas


Rosberg admitiu o problema e disse que as falhas tinham sido resolvidas. "É claro que nesta altura do ano o que queremos é passar tempo no carro e ter uma noção de como funciona, mas estes soluços são parte do jogo", concluiu o piloto da Mercedes.


Pastor Maldonado, no carro do ano passado, foi mais rápido que Giedo Van Der Garde e Max Chilton, da Caterham e Marussia respetivamente, que se estreiam como pilotos de F1 neste ano.




Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:17

Marussia e Caterham apresentam carros antes dos testes

por Tiago Crispim, em 05.02.13

Antes dos primeiros testes da pré-temporada, a Caterham e a Marussia apresentaram os carros que vão disputar o campeonato de 2013.

No ano anterior a Marussia não tinha conseguido completar o carro a tempo dos primeiros testes, mas desta vez, na madrugada de hoje [5 de Fevereiro] revelaram o novo MR02. Como maior novidade está o KERS, que a equipa adopta pela primeira vez. 

 

O diretor da equipa, John Booth, disse que "foi dito muitas vezes durante 2012 que, apesar dos impressionantes passos que tomámos noutras áreas de desenvolvimento, o KERS - ou a falta dele - foi um fator determinante na nossa posição em relação aos nossos adversários."

 

 

"O KERS era uma 'omissão estratégica' do nosso pacote até agora; optamos por pôr a ênfase na aerodinâmica, para que, quando estivéssemos em posição de trazer o sistema para o caro, já tivéssemos a base mais forte possível, e que a sua integração fosse relativamente simples. Até agora esse tem sido o caso, porque a nossa equipa de engenharia de pista passou o inverno a melhorar ferramentas e preparar a adição do KERS, para assegurar que podemos começar bem a partir desta semana e usar o curto período de testes que temos para optimizar o carro para Melbourne", concluiu.

 

Com o famigerado degrau no nariz continua o Caterham CT03 apresentado também neste dia. O carro vai manter a configuração atual para a primeira corrida, na Austrália, mas posteriormente vai receber novas asas frontais e traseiras e um novo difusor.

 

 

"Por fora, a mudança mais óbvia no CT03 é na cor. Embora retenha o verde e amarelo que se tornou sinónimo da nossa equipa desde 2010, refrescámos ambas as cores para melhorar a visibilidade na pista e dar o que acreditamos que vai ser uma das melhores pinturas da pit lane", disse o novo diretor de equipa, Cyril Abiteboul.


Já o diretor técnico da Caterham, Mark Smith, explicou que o carro é uma evoução do ano passado, e que a equipa já prepara as mudanças de regulamentos para 2014, mas que há mudanças nas entradas de ar laterais, no difusor, cobertura de motor e saídas de ventilação, além de outras mais subtis.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:54

Toro Rosso pronta para 2013

por Tiago Crispim, em 04.02.13

No mesmo dia em que a Mercedes apresentou o W04, a Toro Rosso revelou o carro para a próxima temporada.

Sem degrau no nariz, o STR8 foi desenhado por James Key e Luca Forbatto, os novos responsáveis pelo departamento técnico da equipa júnior da Red Bull. Os pilotos são os mesmos do ano passado, Daniel Ricciardo e Jean-Eric Vergne.

 

 

O diretor da equipa Franz Tost revelou no lançamento que a Toro Rosso espera terminar o campeonato no quarto lugar da tabela de construtores.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:48

Novo Mercedes para 2013

por Tiago Crispim, em 04.02.13

A pré-temporada começa já amanhã [5 de Janeiro] mas ainda falta algumas equipas mostrarem o seu carro para 2013.

 

Hoje a Mercedes desvendou o W04, em Jerez. Com uma lomba no nariz em vez de um degrau, que suaviza um pouco a diferença, a Mercedes tem imensa pressão para triunfar, agora que a direção foi reestruturada e Lewis Hamilton apresentado como companheiro de equipa de Nico Rosberg.

O piloto alemão levou mesmo o carro para a pista e fez umas voltas no novo monolugar.

 

 

O diretor da equipa, Ross Brawn, disse estar agradado com o novo carro. "Este é o primeiro carro que Aldo Costa fez enquanto parte da equipa e é muito bonito - um crédito para todos os envolvidos. O teste real será como se porta em pista."

 

 

A Mercedes espera pelos primeiros testes para perceber o verdadeiro potencial do W04 mas, de acordo com Hamilton, há muito trabalho pela frente. "Eles tiveram uma vitória mas não conseguiram pódios suficientes e não chegaram sequer perto do sucesso que mereciam. Este ano é dar um passo de cada vez. Terminar a primeira corrida, chegar ao pódio e depois tentar vencer corridas", antecipou o piloto inglês.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:36

Sauber C32-Ferrari revelado ao público

por Tiago Crispim, em 02.02.13

Como praticamente todos os carros apresentados este ano, o novo Sauber dispensou o horrível "bico de ornitorrinco", "bico de pato" ou degrau - como lhe queiram chamar -  em prol de um nariz mais tradicional. Além do painel que cobre a frente do carro, e das laterais mais pequenas, o carro não é muito distinto do C31, graças às poucas alterações aos regulamentos para este ano.

 

 

O designer-chefe da equipa, Matt Morris, explicou que as entradas de ar laterais são mais estreitas que o normal na F1 e dão um ar muito distinto. "A passagem de ar nesta área tem uma enorme influência em tudo o que acontece na traseira do carro." Os radiadores foram mudados e a traseira do monolugar é também mais estreita, contribuíndo para isso o redesenhamento do eixo traseiro, "para melhor interagir com a passagem de ar na traseira do carro", de acordo com Morris.

 

Outra prioridade para a Sauber foi reduzir o peso do carro e melhorar a sua distribuição. "O C31 deu-nos boas bases, sobre as quais fizemos melhoramentos. A nossa meta para 2013 é ter um carro competitivo desde a primeira corrida, mas que também ofereça potencial para futuros desenvolvimentos", resumiu Morris.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:41

McLaren desvenda MP4-28

por Tiago Crispim, em 02.02.13

Uma pessoa adoece nesta altura de apresentações e depois dá nisto. Vamos atrasados a dar as notícias dos novos carros.

 

No passado dia 31 de Janeiro a McLaren apresentou o seu novo bólide, o MP4-28. A apresentação foi feita depois de um desfile de vários carros icónicos da marca, como o M8D CanAm, O M23 de Emerson Fittipaldi de 1974, o MP4/4 de Ayrton Senna de 1988, o vencedor de Le Mans em 95, F1 GTR, o MP4-13 de Mika Hakkinen de 1998, e o úlitmo carro vencedor da McLaren, o MP4-23 de 2008, que levou Lewis Hamilton ao título.

 

O carro em si é uma evolução do ano passado, e continua sem o degrau no nariz, e a equipa diz que melhorou em termos de fiabilidade.
"Vamos trabalhar muito na pré-tempodada para assegurar que vamos para a primeira corrida com fiabilidade à prova de bala. Operacionalmente, também penso que aprendenmos e melhoramos em relação ao ano passado e isso vai ajudar-nos a fazer uma temporada mais suave e forte", declarou Jenson Button.
O piloto inglês disse também que a maior mudança este ano era ter como companheiro de equipa o piloto mexicano Sérgio Pérez, saído da Sauber. "É sempre interessante e inspirador começar a trabalhar com uma nova cara, e já sinto uma relação de trabalho muito positiva. Sei de experiência pessoal que pode ser inicialmente intimidante entrar no Centro de Tecnologia McLaren pela primeira vez, mas lembro-me que toda a família McLaren rapidamente me fez sentir em casa. De certeza que o Checo já se sente à vontade aqui."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:43

Novo Ferrari faz homenagem aos V8

por Tiago Crispim, em 02.02.13

O F138 é o modelo que a Ferrari apresentou para disputar a temporada de 2013. O nome do carro é uma homenagem ao último ano que os motores V8 vão estar em utilização, daí o 13-8.

 

O carro deixou de ter o "bico de pato" que os fãs tanto odiavam mas é uma evolução do ano passado, revista pela equipa. A suspensão não foi alterada mas a entrada de ar superior foi redesenhada, tal como as laterais. Na traseira o monolugar é também mais afunilado.

 

 

Stefano Domenicali disse na apresentação que o "objetivo fundamental é dar aos nossos pilotos imediatamente um carro competitivo, porque infelizmente, nos anos anteriores não estivémos perfeitamente preparados para o início de época".

 

O carro vai ser testado em Jerez, mas nestes primeiros testes será conduzido por Felipe Massa. Fernando Alonso vai continuar a melhorar a sua forma física, uma decisão que, de acordo com Luca di Montezemolo, "é feita pela equipa, não pelos pilotos."

Vai dar tempo adicional de treino para o Fernando. Os testes em Jerez não vão ser focados na performance, por isso decidimos continuar a sua preparação para que ele esteja pronto para Barcelona", explicou Montezemolo.

 

 

O Volta Mais Rápida também apresentou a sua nova imagem, cortesia de Pedro Neves.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:20


Onde é que veio parar?

O Volta Mais Rápida é um blog sobre F1. O autor é um curioso, apaixonado pela Fórmula Um desde que se lembra, embora a sua carreira ao volante se fique pelos karts e pela Playstation. Trabalhou em alguns meios de comunicação como jornalista e hoje é técnico de rádio na Universidade Autónoma de Lisboa. Neste espaço quer dar a conhecer melhor o universo deste desporto e talvez despertar a atenção e a curiosidade de alguns interessados.



Contactos


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

subscrever feeds