Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



"Espero que em Espanha tenha mostrado que tenho talento para ser um dos melhores" - Pastor Maldonado

por Tiago Crispim, em 22.05.12

Pastor Maldonado, piloto venezuelano da Williams e vencedor do GP de Espanha de 2012, deu uma entrevista à equipa, sobre a sua prestação no campeonato deste ano.

 

Maldonado dá autógrafos junto da taça de vencedor do GP de Espanha 

 

Pergunta: Visitaste a fábrica da equipa hoje [18 de Maio], como era a atmosfera?

PM (Pastor Maldonado): Cheguei à fábrica esta manhã e todos os que encontrei deram-me os parabéns e parece haver muito otimismo sobre o que podemos alcançar nesta temporada. Tivemos um encontro esta manhã com todas as pessoas na fábrica para celebrar a nossa vitória e isso permitiu-me agradecer a todos pelo trabalho árduo.

 

Pergunta: Depois da vitória em Barcelona achas que tens uma hipótese realista de vencer a próxima corrida, no Mónaco?
PM: Vamos dar o nosso melhor. A nossa embalagem tem definitivamente melhorado e embora não tenhamos o carro mais rápido agora, estamos a melhorar muito rapidamente. Sempre gostei do Mónaco e depois de domingo [a vitória no GP de Espanha] estou cheio de confiança.

 

Pergunta: No ano passado a Williams só conseguiu cinco pontos, mas agora tens um carro competitivo que venceu uma corrida. O que achas que causou uma tão dramárica mudança na tua performance?

PM: Temos uma nova equipa técnica e eles parecem já estar a ter um impacto positivo. Também tenho mais experiência agora, comparado com o ano passado e isso certamente ajuda-me. Não acho que haja apenas uma coisa que nos levou a melhorar neste ano, mas sim um número de pequenas mudanças que, quando postas juntas, nos têm feito mais competitivos em pista.

 

 

Pergunta: Não mostraste sinais de nervos quando lutaste com o Fernando Alonso em Barcelona. Aprendeste lições valiosas do vosso encontro em Melbourne, quando tiveste um acidente na última volta?

PM: Em Melbourne estava a forçar muito para ter o máximo de pontos possíveis para a equipa e talvez tenha forçado demais. Depois do ano passado, a equipa estava desesperada por um forte início de época e eu queria o máximo de pontos possível. Aprendi com isso e a experiência certamente me fez um piloto mais forte em Barcelona. O Fernando [Alonso] é um adversário forte com muito talento e foi uma dura batalha, mas desta vez saí por cima.

 

Pergunta: Algumas pessoas disseram que eras um pay-driver, que entrou na Fórmula Um por causa dos teus patrocinadores. Achas que a tua vitória respondeu a estes críticos?

PM: Tenho muita sorte de ter um excelente apoio da Venezuela. O dinheiro que posso trazer ajudou-me a chegar à F1 mas também ajuda a desenvolver o carro e isso é crucial em ter sucesso. Não me foco nesses comentários. Prefiro "falar" na pista e fazer o melhor que posso pela equipa. Espero que a minha performance em Espanha tenha mostrado ue tenho talento para ser um dos melhores pilotos.

 

Pergunta: Tivemos cinco vencedores nas cinco primeiras corridas. Achas que a imprevisibilidade é boa para a Fórmula Um?
PM: Esta tem sido uma das temporadas mais competitivas que temos visto em muitos anos e ter um nível tão alto de competição entre as equipas e pilotos é uma coisa boa, na minha opinião. É aborrecido para os fãs quando um piloto domina, e esta época parece um pouco como a GP2, com o piloto a ter um papel importante na performance do carro. Os pneus também ajudam as equipas a jogar com diferentes estratégias, então há sempre a oportunidade de subirmos se arriscarmos. Sempre trabalhámos muito para termos os pneus com boa performance e esse foi certamente o caso em Espanha, onde pude fazer uma parte maior [com os mesmos pneus] que os outros.

 

Foto: Andrew Ferraro/LAT

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:33



Onde é que veio parar?

O Volta Mais Rápida é um blog sobre F1. O autor é um curioso, apaixonado pela Fórmula Um desde que se lembra, embora a sua carreira ao volante se fique pelos karts e pela Playstation. Trabalhou em alguns meios de comunicação como jornalista e hoje é técnico de rádio na Universidade Autónoma de Lisboa. Neste espaço quer dar a conhecer melhor o universo deste desporto e talvez despertar a atenção e a curiosidade de alguns interessados.



Contactos


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D