Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Pirelli revela compostos para 2012

por Tiago Crispim, em 28.01.12

A fornecedora oficial de pneus da Fórmula 1, a Pirelli, apresentou os compostos que serão usados na temporada de 2012.

 

A construção da maioria dos pneus é diferente, para garantir a emoção das corridas e sobretudo devido à banição dos difusores traseiros, que contribui para a redução da downforce aerodinâmica em cada pneu e requer uma superficie de contato mais larga. O rebordo dos pneus é menos arredondado e com compostos mais macios, para uma maior aderência.

 

O CEO da marca italiana, Marco Tronchetti Provera, afirmou que a Pirelli vai continuar a produzir pneus com características que contribuíram para corridas espetaculares em 2011, otimizando os compostos e perfis para garantir performances melhores e mais estáveis, combinadas com a degradação dos P-Zero já assistida em 2011. "Estamos à espera de corridas imprevisíveis, com diferentes estratégias e número de paragens nas boxes, todos os fatores que tanto competidores e espetadores gostaram no ano passado" afirmou Tronchetti Provera.

 

Para 2012 a Pirelli apresenta assim os diferentes pneus:

 

 

P-Zero vermelhos - SS - Para tempo seco. Pneus slick super macios ideais para circuitos citadinos. Oferecem maior degradação e são os únicos que permanecem inalterados em relação ao ano passado, além dos intermédios.

 

P-Zero amarelos - S -  Para tempo seco. Suaves mas com menos desgaste que os super macios. A ideia é dar às equipas um bom nível de opções. Este ano são mais resistentes a altas temperaturas e devem ser os mais usados pelas equipas, tal como o novo pneu médio.

 

P-Zero brancos - M -  Para tempo seco. Servem para todas as condições de asfalto. Este pneus mais versáteis serão o "option" das equipas em pistas quentes ou como "prime" em circuitos menos exigentes a nível de pneus.

 

P-Zero prateados - H - Para tempo seco. Duros mas flexíveis, são os que têm maior duração e menor degradação. São menos duros que os do ano passado mas continuam a ser os melhores para longos "stints". Bons para circuitos com asfalto abrasivo e grandes forças laterais, demora mais a aquecer até à temperatura ótima.

 

Cinturato verdes - I - Para tempo molhado. Os pneus intermédios para chuva fraca não têm alterações desde o ano passado. Os sulcos menos profundos implicam que este pneu não escoa tanta água, o que os torna perfeitos para asfalto a secar.

 

Cinturato azuis - W - Para tempo molhado. Estes são os pneus para tempo molhado ou "full wets". Os pneus traseiros têm um perfil diferente para dispersar a água em caso de aquaplanagem e garantir um maior controlo sobre a condução. São desenhados para expelir mais de 60 litros de água por segundo a uma velocidade de 300km/h, seis vezes mais que um normal carro de estrada a uma velocidade inferior. 

 

O rebordo dos pneus é de 13 polegadas, 245mm é a largura dos pneus da frente, 325mm a largura dos pneus traseiros, 660mm o diâmetro dos pneus para tempo seco e 670mm o diâmetro dos pneus de chuva.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:31



Onde é que veio parar?

O Volta Mais Rápida é um blog sobre F1. O autor é um curioso, apaixonado pela Fórmula Um desde que se lembra, embora a sua carreira ao volante se fique pelos karts e pela Playstation. Trabalhou em alguns meios de comunicação como jornalista e hoje é técnico de rádio na Universidade Autónoma de Lisboa. Neste espaço quer dar a conhecer melhor o universo deste desporto e talvez despertar a atenção e a curiosidade de alguns interessados.



Contactos


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D