Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Programa de dia 28-03-2011

por Tiago Crispim, em 28.03.11

Análise ao Grande Prémio da Austrália

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:07

Vettel vence nas calmas em Melbourne

por Tiago Crispim, em 27.03.11

Um óptimo início de temporada para o actual campeão do mundo, Sebastian Vettel, que venceu sem problemas o Grande Prémio da Austrália no seu Red Bull. O alemão liderou quase toda a prova e terminou a corrida a 22.2 segundos do segundo lugar, Lewis Hamilton em McLaren.

 

Vitaly Petrov surpreendeu com o terceiro lugar do pódio.

 

Petrov com o troféu de terceiro lugar.

 

O Lotus Renault do russo fez uma excelente largada que o deixou no quarto lugar, mas nas primeiras voltas foi a luta entre o McLaren de Jenson Button e o Ferrari de Felipe Massa. Foi apenas na volta 12 que o britânico ultrapassou o brasileiro pelo terceiro lugar mas sofreu um "drive thru" mais tarde por ter cortado a curva durante a ultrapassagem e cruzou a meta em sexto lugar.

 

Button foi mais tarde o protagonista naquilo que provavelmente foi a primeira ultrapassagem com auxílio do DRS, ou asa móvel. A vítima foi Kamui Kobayashi. O display televisivo do KERS e DRS é fácil de perceber e a distância entre pilotos vai ficando verde como sinal de poder usar a asa móvel. Apenas uma curva servia para esse propósito. A curva 14, duas antes da recta da meta.

 

Já que estou numa de informações na tv, o gráfico que individualiza os pilotos, melhor e actual volta, mostra a cara do piloto. Estranho já que desde pequeno sempre conheci os pilotos pelo capacete.

 

Sérgio Pérez foi sem dúvida o melhor estreante ao terminar em sétimo lugar, seguido do seu companheiro na Sauber, Kamui Kobayashi.

 

Mais discretos mas com melhores posições foram Fernando Alonso e Mark Webber. O Ferrari terminou em quarto e o Red Bull em quinto.

 

Felipe Massa no outro Ferrari foi bastante irregular. No final da prova viu-se em luta com o Toro Rosso de Sebastian Buemi pelo nono lugar. Ultrapassou-o na volta 54 de 58. Valeu-lhe a volta mais rápida da prova. Buemi fechou os lugares pontuáveis.

 

Adrian Sutil venceu o companheiro estreante na Force India. 11º para Sutil e 12º para Paul Di Resta. O Toro Rosso de Jaime Alguersuari terminou em 13º, Nick Heidfeld logo atrás. Por agora o alemão não se mostra assim tão boa escolha para substituir Kubica, ainda para mais com Petrov em terceiro.

 

Jarno Trulli e Jérôme D'Ambrosio, foram os últimos pilotos a cruzar a meta.

 

Desistiram Timo Glock, Rubens Barrichello, Nico Rosberg, Heikki Kovalainen, Michael Schumacher e Pastor Maldonado.

 

Barrichello desistiu quando faltavam dez voltas para o final mas foi graças à sua confiança que Nico Rosberg saiu da prova. O brasileiro tentou ultrapassar o Mercedes GP, a tentar cortar por dentro uma curva com auxílio do KERS, mas calculou mal ou teve confiança a mais. Bateu na lateral do carro do alemão que teve de desistir. Por isso Barrichello cumpriu um "drive thru".

 

Duas notas finais:

 

A dificuldade de Button aproximar-se do Ferrari de Massa em recta e a quantidade de vezes que se parou para trocar pneus. Duas ou três, algo que já se previa com o desgaste destes novos pneus Pirelli.

 

PosNúm         Piloto              Equipa        Voltas Tempo Pts

  

1 1 Sebastian Vettel RBR-Renault 58 Vencedor   25
2 3 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 58 +22.2 seg   18
3 10 Vitaly Petrov Renault 58 +30.5 seg   15
4 5 Fernando Alonso Ferrari 58 +31.7 seg   12
5 2 Mark Webber RBR-Renault 58 +38.1 seg   10
6 4 Jenson Button McLaren-Mercedes 58 +54.3 seg   8
7 17 Sergio Perez Sauber-Ferrari 58 +65.8 seg   6
8 16 Kamui Kobayashi Sauber-Ferrari 58 +76.8 seg   4
9 6 Felipe Massa Ferrari 58 +85.1 seg   2
10 18 Sebastien Buemi STR-Ferrari 57 +1 voltas   1
11 14 Adrian Sutil Force India-Mercedes 57 +1 voltas    
12 15 Paul di Resta Force India-Mercedes 57 +1 voltas    
13 19 Jaime Alguersuari STR-Ferrari 57 +1 voltas    
14 9 Nick Heidfeld Renault 57 +1 voltas    
15 21 Jarno Trulli Lotus-Renault 56 +2 voltas    
16 25 Jerome d'Ambrosio Virgin-Cosworth 54 +4 voltas    
Ret 24 Timo Glock Virgin-Cosworth 49 +9 voltas    
Ret 11 Rubens Barrichello Williams-Cosworth 48 +10 voltas    
Ret 8 Nico Rosberg Mercedes GP 22 +36 voltas    
Ret 20 Heikki Kovalainen Lotus-Renault 19 +39 voltas    
Ret 7 Michael Schumacher Mercedes GP 19 +39 voltas    
Ret 12 Pastor Maldonado Williams-Cosworth 9 +49 voltas  

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:17

Vettel é pole na Austrália

por Tiago Crispim, em 26.03.11

Sebastian Vettel garantiu a pole position para o Grande Prémio da Austrália, que se realiza amanhã (27) às sete da manhã, hora de Lisboa.

 

 

O alemão fez a volta ao circuito de Albert Park em 1m 23.529s e foi oito décimos de segundo mais rápido que Lewis Hamilton. O piloto inglês partirá ao lado de Vettel na primeira fila.

O piloto da casa, Mark Webber, levou o seu Red Bull à terceira posição, seguido de Jenson Button com 1m 24.779s e Fernando Alonso, com 1m 24.974s.

 

Em sexto parte Vitaly Petrov, que chegou a ser o mais rápido na Q1. Dessa primeira fase de qualificação não passou o seu companheiro de equipa, Nick Heidfeld, que vai largar do 18º lugar.

 

Na sétima posição estará o Mercedes GP de Nico Rosberg e a seu lado o brasileiro Felipe Massa, que fez um pião na primeira curva na sua

ultima volta de qualificação. Oitavo lugar para o Sauber de Kamui Kobayashi e nono para o Toro Rosso de Sebastian Buemi.

Seguem-se na grelha de partida Michael Schumacher (Mercedes GP), Jaime Alguersuari (Toro Rosso), Sérgio Pérez (Sauber), Paul Di Resta (Force India), Pastor Maldonado (Williams), Adrian Sutil (Force India), Rubens Barrichello (Williams), Nick Heidfeld (Lotus Renault), Heikki Kovalainen (Team Lotus), Jarno Trulli (Team Lotus), Timo Glock (Marussia Virgin) e Jérôme D'Ambrosio (Marussia Virgin).

 

Os dois carros da Hispania ficaram de fora da grelha de partida graças à reintrodução da regra dos 107%. Esta regra define que tempos que sejam superiores à pole position em 107% ficam fora da grelha por serem demasiado lentos.

Vitantonio Liuzzi fez 1m 32.978s e Narain Karthykeyan 1m 34.295s.

 

As voltas não podiam ter mais de 1m 31.266s.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:04

Treino livre 2 e conferência de imprensa

por Tiago Crispim, em 25.03.11

A McLaren dominou a segunda sessão de treinos livres para o Grande Prémio da Austrália. Jenson Button foi o primeiro com 1m25s854, seguido do seu companheiro de equipa Lewis Hamilton e do Ferrari de Fernando Alonso.

 

Seguiram-se os dois Red Bull com Sebastian Vettel à Frente de Mark Webber, o Mercedes de Michael Schumacher e o Ferrari de Felipe Massa.

O estreante Sergio Perez terminou em oitavo, e continua a dar boas indicações nesta fase final da pré-temporada.

 

A McLaren mostra assim que talvez estivesse a esconder o jogo quando disse que o carro ainda não estava muito bom, mas amanhã poderemos comprovar isso.

 

Na conferência de imprensa que antecipa o Grande Prémio da Austrália, estiveram os "rookies" Paul Di Resta, Jerome D'Ambrosio e Sergio Perez, o campeão de 2010 Sebastian Vettel e o regressado Nick Heidfeld.

 

Perez afirmou que que a sua maior dificuldade na F1 estava a ser a "quantidade de coisas que temos que fazer". "Estamos atarefados e mexer em montes de coisas no volante às quais não estava habituado. Temos que nos preocupar com os pneus, é imensa coisa."

 

Já Vettel brincou com a quantidade de botões que tem no volante. "Somos nós, equipas e pilotos, que temos de encontrar um layout qua funcoine para nós. Qualquer que seja a parte que se usa ou se usamos o polegar ou outro dedo. O cotovelo ainda não entrou em acção, mas temos de encontrar uma maneira que nos sirva. Depende e varia consoante os pilotos. É praticarmos e habituarmo-nos. Mas acho que todos estamos muito ocupados, com essas coisas mais a condução. Agora imaginem que o telefone toca e a parede está muito perto."

 

Como esperado e previsto por alguns pilotos, o uso da asa traseira móvel provocou algumas saídas de pista mas nada que comprometesse muito o tempos gerais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:29

Programa de dia 21-03-2011

por Tiago Crispim, em 21.03.11

No dia de estreia da Rádio Autónoma, este primeiro programa à segunda-feira é uma análise ao que podemos esperar da temporada de 2011.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:16

Programa de dia 16-03-2011

por Tiago Crispim, em 16.03.11

O treino e a dieta dos pilotos de F1.

 

 

o vídeo usado com Alonso e Piquet Jr. é este.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:31

Mudanças no podcast

por Tiago Crispim, em 15.03.11

Para a próxima semana, o podcast do Volta Mais Rápida passa a ser à segunda-feira.

 

O motivo é bastante simples.

 

Como os GP's são ao domingo faz mais sentido fazer as análises na segunda-feira, em semanas de corrida.

 

Este último programa à quarta-feira vai ser sobre o "fitness" dos pilotos. O treino e a dieta a que estão sujeitos todos aqueles que podemos ver no próximo domingo, no GP da Austrália.

 

Kamui Kobayashi a levantar pesos

 

Lewis Hamilton na passadeira

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:35

A Hispania já está pronta para 2011

por Tiago Crispim, em 12.03.11

Finalmente a Hispania Racing Team (HRT), apresentou o novo carro para a temporada de 2011.

 

O F111 já tinha sido visto mas apenas em simulação computadorizada. Foi preciso chegar a uma semana do início do campeonato para vermos um carro "verdadeiro". Falta perceber se este monolugar é mesmo um carro novo ou apenas um melhoramento do ano anterior.

 

A equipa anunciou no seu site oficial o patrocínio da multinacional espanhola Panda Security, especializada em segurança informática, mas o carro apresentado dia 11 não tinha ainda o logotipo da marca pintado.

 

 

Depois da confirmação de Vitantonio Liuzzi como piloto da escuderia, a equipa parece finalmente pronta para o campeonato que se avizinha.

 

Liuzzi assinou pela HRT depois de ter sido dispensado, por falta de resultados, da Force India. Este novo rumo na sua carreira pode parecer estranho mas como afirmou recentemente Nico Hülkenberg (ex-piloto da Williams e actual piloto de testes da Force India) numa entrevista, "o que é preciso é ser visto para não se esquecerem de nós".

 

A equipa não vai participar nos treinos de sábado, dia 12, por falta de peças. O director da HRT, Colin Kolles, explicou que não conseguiram tirar os amortecedores da alfândega e portanto não podem correr no sábado. "É a vida e vamos ultrapassar este problema" concluiu, numa frase que podia sintetizar a história desta equipa até agora.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:50

Programa de dia 09-03-2011

por Tiago Crispim, em 09.03.11

 

A logística na F1, quanto custa um carro e um piloto no "grande circo".

 

Em baixo o valor anual de salário por piloto e os gastos em salários de cada equipa referentes a 2010.  último número é a posição no final do campeonato.

 

Pilotos:

1.
Fernando Alonso Ferrari €30m
2.
Lewis Hamilton McLaren-Mercedes €16m
3.
Kimi Raikkonen Ferrari €16m N/A
4.
Felipe Massa Ferrari €14m
5.
Jenson Button McLaren-Mercedes €9m
6.
Michael Schumacher Mercedes Grand Prix €8m
7.
Nico Rosberg Mercedes Grand Prix €8m
8.
Robert Kubica Renault F1 €7.5m
9.
Rubens Barrichello Williams F1 €5.5m 10º
10.
Mark Webber Red Bull Racing €4.2m
11.
Jarno Trulli Lotus Racing €3m 21º
12.
Sebastian Vettel Red Bull Racing €2m
13.
Heikki Kovalainen Lotus Racing €2m 20º
14.
Timo Glock Virgin Racing €1m 25º
15.
Nico Hülkenberg Williams F1 €700,000 14º
16.
Pedro de la Rosa Sauber €500,000 17º
17.
Kamui Kobayashi Sauber €500,000 12º
18.
Vitaly Petrov Renault F1 €400,000 13º
19.
Jaime Alguersuari Scuderia Toro Rosso €400,000 19º
20.
Sébastien Buemi Scuderia Toro Rosso €400,000 16º
21.
Adrian Sutil Force India F1 €200,000 11º
22.
Vitantonio Liuzzi Force India F1 €200,000 15º
23.
Lucas Di Grassi Virgin Racing €200,000 24º
24.
Bruno Senna Hispania Racing €150,000 23º
25.
Karun Chandhok Hispania Racing €Nil 22º
26.
Sakon Yamamoto Hispania Racing €Nil 26º


Falta aqui na tabela 18 Nick Heidfeld da BMW Sauber-Ferrari que ficou em 18º e Christian Klien em 27º pela HRT

Equipas:

1.
Ferrari €60m
2.
McLaren-Mercedes €25m
3.
Mercedes Grand Prix €16m
4.
Renault F1 €7.9m
5.
Red Bull Racing €6.2m
6.
Williams F1 €6.2m
7.
Lotus Racing €5m 10ª
8.
Virgin Racing €1.2m 12ª
9.
Sauber €1m
10.
Scuderia Toro Rosso €800,000
11.
Force India F1 €400,000
12.
Hispania Racing €150,000 11ª

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:50

Programa de dia 02-03-2011

por Tiago Crispim, em 02.03.11

 

 

Regras relativas aos pneus, sumarizadas.

 

são dados às equipas dois tipos de pneu seco por corrida, que têm de ser obrigatoriamente usados, excepto em corridas à chuva. Os pneus mais suaves tem uma risca verde para serem distinguidos pelos espectadores.

 

Em cada fim-de-semana de corrida, de sexta a domingo, cada equipa tem direito a onze jogos de pneus. Seis prime, ou mais rijos, cinco option, ou mais suaves, quatro intermédios para pista ligeiramente molhada e três para utilizar em caso de chuva.

 

Na sexta podem usar-se três jogos diferentes, três vezes quatro pneus (dois primes e um option). Depois do treino as equipas tem de entregar um jogo de primes à fabricante e um jogo de cada modelo diferente antes da última sessão de treinos. Depois disso a fabricante de pneus, neste caso a Pirelli, entrega a cada piloto mais oito jogos de pneus secos para serem usados durante o resto da prova, mas a complicação não acaba aqui.

 

Antes da qualificação quatro pneus de cada tipo tem de ser devolvidos à Pirelli. Na largada os dez primeiros têm de usar os mesmos pneus com que correram na parte final da qualificação.

 

Os pneus de chuva podem ser usados à vontade excepto nos treinos livres, onde só podem ser montados nos carros se a pista for considerada molhada pela organização. Ainda se lembram que os dois tipos de pneus secos tem de ser utilizados em cada corrida? Se tal não acontecer o piloto não pontua, ou em caso de cancelamento de prova antes do tempo estipulado, são adicionados 30segundos a cada piloto que não tenha usado os dois jogos diferentes de pneus.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:29

Aviso Legal

Todas as fotos e vídeos são retirados da internet e reproduzidos sem fins lucrativos, com o propósito de justificar os relatos de acontecimentos da actualidade. Se os respectivos autores pretenderem a não inclusão das suas obras neste espaço, avisem o autor do blog. Este disponibiliza-se a retirá-las de imediato.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Unported License.


Onde é que veio parar?

O Volta Mais Rápida é um blog sobre F1. O autor é um curioso, apaixonado pela Fórmula Um desde que se lembra, embora a sua carreira ao volante se fique pelos karts e pela Playstation. Trabalhou em alguns meios de comunicação como jornalista e hoje é técnico de rádio na Universidade Autónoma de Lisboa. Neste espaço quer dar a conhecer melhor o universo deste desporto e talvez despertar a atenção e a curiosidade de alguns interessados.



Contactos




Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

subscrever feeds


Rádio Autónoma